praia dos carneiros

A cerca de 100km do Recife, no município de Tamandaré, há um pedaço do paraíso ainda pouco explorado pelos turistas: a praia dos Carneiros.

Para chegar a carneiros sugiro que o visitante desembarque na praia de Guadalupe. Dela é possível avistar Carneiros “tomada” pelos coqueiros que margeiam toda a praia. A bordo de um catamarã sigo em direção a Carneiros. Em alto mar é possível avistar a igrejinha. À medida que a embarcação se aproxima é que se tem idéia da beleza ímpar e quase selvagem deste lugar. Carneiros é paradisíaco. Daqueles lugares que costumamos ver em calendários ou nas telas do cinema.

Os coqueiros levemente tombados na areia, os arrecifes que formam piscinas com água cristalina e temperatura que os guias locais costumam chamar de “sopinha” de tão agradável fazem de Carneiros um dos lugares mais bonitos que já conheci.

Tão bonito que merece um passeio de catamarã por toda a extensão da praia. Excelente oportunidade para saber um pouco mais da história do local e ver de perto o cenário deslumbrante. Oportunidade para conferir também o encontro do rio formoso com o mar de carneiros e o mangue. Logo depois uma parada em que subimos um morro para registrar na memória uma paisagem única que pode ilustrar o que costumamos chamar de paraíso.

Se não bastasse ser um descanso para a mente, a natureza em carneiros se encarregou de oferecer mais um momento de diversão e saúde: o banho de argila medicinal. Os nativos dizem que, dentre outros benefícios, a argila de Carneiros nos torna mais jovens. Um banho de argila e o catamarã segue para alto mar com todos seus ocupantes completamente brancos. Naquele cenário de natureza selvagem parecíamos aborígenes em suas origens. Nas piscinas naturais formadas entre os bancos de areia tiramos a argila e seguimos para o ‘Bora-bora’, restaurante de comida boa com a melhor paisagem que se pode ter.

O protagonista do filme “Na natureza selvagem” Christopher McCandless diz em um dado momento que “A felicidade e a beleza simples são boas demais para se ignorar”. Quem vai ao estado de Pernambuco  não pode deixar de ir a Carneiros que é isso: beleza simples, selvagem. É também uma obra de arte, que diferente da sétima arte, é moldada pela natureza.

Everaldo Vilela é mineiro de Belo Horizonte, escolheu o Recife para passar as férias. Entre estádios de futebol, museus, feiras, centros de cultura e praias, Carneiros é o registro inesquecível dos dez dias na terra do frevo.

Publicado em 29 de setembro de 2009 no caderno Viagem do jornal Diário de Pernambuco.
Disponível em http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/09/29/viagem3_0.asp